fbpx

Radiant é a primeiro mangá de um Francês publicado no Japão

Estória do estilo Shounen tem tudo para vingar no oriente

O francês Tony Valente conseguiu realizar o sonho de todo artista que é influenciado pelos quadrinhos produzidos na terra do sol nascente. Com a ajuda de Yusuke Murata, autor de One Punch-man, ele entrou para o seleto grupo de artistas estrangeiros que conseguiram que sua obra seja publicada no berço do mangá.

Tony_Valente_20060916_Festival_Delcourt_01
Tony Valente

Chamado Radiant, a história nos apresenta Seth e um grupo de magos em busca do Radiant um objeto mítico (ninguém sabe se ele realmente existe) capaz de trazer monstros ao mundo e durante sua saga em busca do objeto, eles são perseguidos pela Inquisição!

Radiant
Radiant

Em entrevista recente o autor disse que planeja pelo menos 15 volumes para o mangá, também relatou que tem dois autores como divisores de águas em sua carreira como mangaka: Akira Toriyama, dizendo que Dragon Ball é a principal influência para seu trabalho e toda a geração de Shounen atual e o próprio Yusuke Murata, que lhe mostrou o quanto um mangá pode ser uma obra prima com Eyeshield 21.

Representante tupiniquim

O Brasil também teu seu representante no mundo dos mangás, trata-se de Thiago Furukawa Lucas, sob o pseudônimo de Yuu Kamiya publica no Japão o mangá No Game No Life, que em 2014 recebeu um anime de 12 episódios.

Thiago Furukawa Lucas ou Kamiya Yuu, como é conhecido no Japão
Thiago Furukawa Lucas ou Kamiya Yuu, como é conhecido no Japão.

Abaixo uma entrevista com Thiago feita em 2011: